Projeto ‘Células Motivadoras’ previne a evasão escolar

Por SOMOS Educação

Um dos grandes desafios para a educação avançar no Brasil passa pelo combate à evasão escolar. Após notar que muitos colegas paravam de estudar, alunas de um colégio em Santana do Cariri, no Ceará, criaram um projeto que previne o abandono e traz de volta quem deixou de ir à escola.

Maria Alicy de Oliveira (17), Liliane Silva (16) e Joana Nuvens (16) são as jovens que criaram e coordenam o projeto “Células Motivadoras”. Alunas do ensino médio da Escola Estadual Adrião do Vale Nuvens, em Santana do Cariri, no sertão do Ceará, elas contam com a colaboração de dezenove alunos que participam da iniciativa e se dividem em três grupos, cada um responsável por uma das três séries do colégio.

De olho no futuro

Entre as ações mais recorrentes eles fazem rodas de conversa sobre os problemas que enfrentam para conseguir estudar e palestras para reforçar a importância da escola no futuro. O grupo também fica atento ao comportamento dos colegas e acompanha sua frequência em sala de aula. Quando alguém falta demais, um sinal de alerta é disparado na equipe. O aluno ausente recebe, então, uma mensagem escrita à mão por outros estudantes a fim de incentivá-lo a voltar para a escola. Se mesmo assim não der resultado, os colegas, junto com algum professor, vão até ele para entender sua situação e conversar para motivá-lo a regressar para a escola.

Leia também: Queimadas na Amazônia. Entenda as consequências

Cidadania e protagonismo

A ideia deu tão certo que o “Células Motivadoras” foi um dos projetos premiados na 5ª edição do Desafio Criativos da Escola, promovido pelo Instituto Alana, uma organização sem fins lucrativos dedicada aos direitos das crianças.

O prêmio recebeu neste ano mais de 1,4 mil inscrições de projetos desenvolvidos por jovens com soluções para lidar com problemas em suas escolas. Foram escolhidos 15 finalistas e, entre eles, destacadas outras seis iniciativas além do projeto de Santana do Carari.

Tamanho sucesso não era esperado nem mesmo pelas organizadoras. Os bons resultados do projeto fizeram com que outras duas escolas de cidades vizinhas entrassem em contato para que Maria Alicy, Liliane e Joana apresentassem o Células Motivadoras para os alunos.

Fotos: Projeto Células Motivadoras / Reprodução Instagram
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *