Brasileira fica entre os 10 melhores professores do mundo

O ano de 2020 está terminando com uma notícia que deve trazer orgulho para nós brasileiros. Uma professora da rede pública de ensino que atua em Campinas, no interior de São Paulo, foi eleita para figurar no ranking dos 10 melhores professores do mundo. Doani Emanuela Bertan é especializada no ensino para surdos e desde 2008 trabalha como professora bilíngue de Português e Língua Brasileira de Sinais. Sua dedicação nessa educação especial a colocou nessa prestigiada lista do Global Teacher Prize, o principal prêmio para professores no mundo.

Para se ter uma ideia do orgulho que devemos ter com esse feito, Doani foi escolhida entre mais de 12 mil professores que se inscreveram de 140 países. Além de se dedicar às aulas na rede pública em Capinas, a professora conseguiu multiplicar o número de alunos de forma virtual.

Doani: brasileira na lista dos melhores professores do mundo
Doani: brasileira na lista dos 10 melhores professores do mundo

Doani passou a produzir videoaulas e inseri-las no Youtube, o que fez com que mais alunos conhecessem a forma tão carinhosa e dedicada de ensino da professora. Seus alunos ganharam maior autonomia no processo de aprendizagem, além de poderem ter flexibilidade de horário e de ambiente, algo que contribui e influencia diretamente na qualidade do aprendizado.

Professor indiano é o vencedor em 2020

Nessa edição de 2020 do Global Teacher Prize, em que o Brasil foi muito bem representado pela professora Doani, o grande vencedor foi Ranjitsinh Disale, professor que leciona em uma aldeia indiana. Poucos eram os alunos que conseguiam ir para a escola e esses poucos ainda tinham como obstáculo para aprendizagem o material didático em língua diferente daquela falada na aldeia.

Determinado a mudar a situação, o professor Ranjitsinh migrou para o local. Ali, não só aprendeu o idioma nativo como traduziu os livros didáticos para aquela língua. O professor também fez outras intervenções na forma e nas ferramentas para auxiliar os estudantes no processo de aprendizagem, como a incorporação de materiais codificados por QR, o que acabou se transformando numa revolução no uso de livros didáticos. Sua estratégia extrapolou a aldeia e foi copiada por várias outras instituições de ensino por toda a Índia. E agora, com o prêmio do Global Teacher Prize, é repercutido em todo o mundo.

Professor indiano foi o vencedor da edição 2020
Professor indiano, vencedor da edição 2020

O prêmio concedido ao vencedor foi de 1 milhão de dólares. Contudo, num gesto extraordinário de valorização dos professores, Ranjitsinh decidiu dividir metade do prêmio com os outros nove finalistas. Assim, a nossa professora brasileira também foi agraciada com uma parte do prêmio. Vale dizer, conquista mais que merecida a quem tanto se dedica para superar obstáculos para educar e formar cidadãos em busca de um mundo melhor.

Conheça a história de cada um dos 10 finalistas em https://www.globalteacherprize.org/finalists/2020-finalists/

Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *