Desafio da Boneca Momo é novo alerta para suicídio de crianças e adolescentes

Por SOMOS Educação

Um novo jogo que estimula o suicídio em crianças e adolescentes está circulando nas redes sociais, em especial no aplicativo de mensagens e conversas Whatsapp. Trata-se da Boneca Momo, que propõe uma série de desafios a quem se dispõe a participar, levando, em última instância, ao sufocamento e à morte. O jogo já fez uma vítima fatal no Recife (PE): um menino de nove anos foi encontrado pelos pais enforcado em uma árvore no quintal de casa.

O novo fenômeno é parecido com o caso da Baleia Azul, que também propunha desafios perigosos às crianças e adolescentes e terminava com o suicídio. O jogo da Boneca Momo começa pedindo para que o usuário adicione um número no Whatsapp. A partir daí, iniciam-se ameaças e desafios. A figura remete a uma lenda japonesa, que é simbolizada por uma mulher-pássaro de feição assustadora, com olhos esbugalhados e boca enorme em forma de V.

O desafio teria surgido em um grupo de Facebook, no qual os participantes eram provocados a fim de manter contato com um número desconhecido. Por trás desse número, está uma pessoa que se passa pela Boneca Momo. A personagem, então, lança um jogo com desafios a serem cumpridos.

Além de serem desafiadas, as crianças e adolescentes são induzidas a passar informações pessoais. Dessa forma, quem está por trás do perfil da Boneca Momo consegue ter acesso a dados das vítimas e faz uso deles para práticas de ameaça e manipulação.

O que fazer para evitar a abordagem da Boneca Momo  

A principal recomendação é para que os pais e/ou responsáveis orientem as crianças e adolescentes para terem cuidado ao receber contato de pessoas desconhecidas. A indicação é de bloquear os números indesejados. É possível também colocar filtros de acesso à Internet para gerenciar os conteúdos que podem ser acessados.

Outro ponto importante é estar atento a qualquer comportamento estranho dos filhos. Isso, sem contar a dica de controlar o que eles fazem nas redes sociais, pois elas são as portas de entrada para jogos desse tipo. Diante de qualquer ameaça, deve-se alertar à própria rede social, bem como denunciar à polícia. Pais e educadores, fiquem atentos!

Para ficar por dentro dos principais temas da atualidade acesse https://www.rededeexperiencias.com.br/atualiza.

Foto: Depositphotos
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *