Em encontro histórico com Trump, Kim Jong-un se compromete com fim das armas nucleares

Por SOMOS Educação

O que parecia inviável, aconteceu. Em encontro histórico realizado em Singapura nesta terça, 12, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, firmou compromisso com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para dar fim ao programa nuclear e balístico que o país desenvolvia.

Apesar de não haver prazos estabelecidos, o documento assinado por ambos os líderes reafirma a Declaração de Panmunjon, de 27 de abril deste ano. Nela, a Coreia do Norte se compromete a trabalhar em direção à completa desnuclearização da península coreana. O acordo também estipula a construção de um regime de paz estável e duradouro, com relações pacíficas e que busquem a prosperidade dos dois povos, além da recuperação dos restos mortais de prisioneiros de guerra, com a repatriação dos restos que já foram identificados.

Após o encontro cordial e a assinatura do documento, o presidente norte-americano prometeu encerrar os exercícios militares que o país fazia frequentemente com a Coreia do Sul na península coreana. Eles eram tratados como grande provocação pelo líder norte-coreano. As duras sanções econômicas impostas por Trump desde 2017 como instrumento de pressão, contudo, seguirão. Elas devem ser totalmente retiradas quando as armas nucleares da Coreia do Norte forem destruídas ao ponto de deixarem de representar risco à segurança.

Kim mais amigável

O líder da Coreia do Norte já havia dado demonstração de paz no início deste ano. Foi em janeiro, durante a realização das Olimpíadas de Inverno, na Coreia do Sul, em PyeongChang.

Na cerimônia de abertura dos Jogos, uma delegação única formada por atletas e técnicos das Coreias do Norte e do Sul entrou no desfile carregando uma bandeira branca com o desenho da península que abriga os dois países. (Veja matéria em https://www.rededeexperiencias.com.br/atualiza/coreias-se-unem-nos-jogos-olimpicos-de-inverno).

O gesto simbólico ressaltou a aproximação, que levou as Coreias ao encontro em Panmunjon, zona desmilitarizada entre os países, três meses depois. Ali, firmaram o acordo de paz entre as nações e fixaram a desnuclearização total.

O mundo que não imaginava, mas torcia pela histórica cena vista hoje em Singapura, agora fica mais esperançoso pela paz entre essas nações.

Quer saber mais sobre o assunto? Veja mais em https://www.rededeexperiencias.com.br/atualiza/entenda-tensao-envolvendo-eua-e-coreia-do-norte. E para ficar por dentro dos principais temas da atualidade acesse https://www.rededeexperiencias.com.br/atualiza.

Foto: Depositphotos
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *