Estudantes brasileiros inventam aplicativo que traduz linguagem dos sinais em alfabeto gráfico

Por SOMOS Educação

Dois estudantes recém-formados da Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Araçatuba, no interior de São Paulo, inventaram um aplicativo capaz de transformar Libras (Língua Brasileira de Sinais), utilizada por pessoas com deficiência auditiva, em alfabeto gráfico. Chamado de HandsFree, o app promete facilitar a comunicação entre pais, familiares, amigos e deficientes auditivos.

App detecta sinais pela câmera e os traduz

Os pais da invenção são os estudantes Rafhael Prates e Larissa Ceballos Gomes, que desenvolveram o projeto como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Com a ferramenta, o usuário aprende Lbras a partir de gifs animados que ensinam os movimentos respectivos à cada letra do alfabeto. O aplicativo detecta sinais de Libras pela câmera de um smartphone e os traduz. E, em outro módulo, também funciona como uma rede social para interação entre pessoas interessadas em aprender a linguagem especial.

O app ainda não está disponível, uma vez que deve passar por alguns aprimoramentos. Mas, a ideia é avançar e torná-lo acessível, o que certamente trará maior facilidade nessa comunicação. De acordo com os desenvolvedores, o pensamento é que ele seja utilizado inclusive na escola, ajudando no diálogo entre educadores e pedagogos e seus alunos com deficiência auditiva.

Parabéns a esses estudantes que usaram toda a criatividade presente no DNA do brasileiro para um projeto em prol da sociedade!

Foto: Depositphotos
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *