Estudantes criam bafômetro que detecta cerca de 15 doenças

Por SOMOS Educação

Júlia (26) e Nathália (31) Nascimento, duas irmãs da cidade de Feira de Santana, na Bahia, criaram um dispositivo capaz de detectar, até agora, cerca de 15 doenças infecciosas e crônicas através do sopro do paciente. Entre as enfermidades estão diabetes, gastrite, Doença de Crohn, intolerância à lactose e pneumonia.

Inovação à vista

Batizado de OrientaMed – o dispositivo já conta até com perfil no Instagram – Júlia, aluna de Biotecnologia, explica que o aparelho surgiu fruto de pesquisas científicas da irmã, que faz doutorado em Computação. As duas decidiram potencializar a experiência em suas áreas de atuação e uniram-se a mais um pesquisador, o estudante paulista Rheyller Vargas. Foi graças ao trabalho do trio que o sonho se tornou realidade.

Auxílio ao médico

A dinâmica do OrientaMed é bastante simples e facilita consideravelmente a triagem de doenças. O paciente assopra e o aparelho devolve o resultado em cerca de cinco minutos, sem necessidade de refrigeração ou do uso de produtos químicos com a função de reagentes. Nesta primeira fase inicial, os “dados” contidos no sopro do paciente são processados por um computador. Com o tempo, a ideia dos pesquisadores é que o próprio dispositivo mostre o resultado dos testes no display do aparelho. Com isso os médicos teriam uma orientação mais rápida sobre quais exames o paciente deve fazer, de acordo com a doença detectada.

Para entender melhor como funciona a logística do aparelho elas explicam que muitas doenças deixam uma espécie de marca biológica, principalmente através das bactérias, o que faz com que as pessoas exalem alguns tipos de gases diferentes, específicos. É com base nesses gases que as pesquisadoras fazem a análise.

A versão protótipo do OrientaMed custou em torno de R$ 2.500, mas as irmãs Nascimento já estão prospectando parcerias no mercado de aparelhos médicos para produzir comercialmente a novidade em larga escala e, com isso, diminuir o custo de produção.

Fotos: Instagram/Reprodução

 

Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *