Isolamento social e o cuidado com as emoções

Por SOMOS Educação

A principal medida preventiva contra a proliferação do Covid-19 é o isolamento social. Ou seja, ficar em casa o máximo possível e não frequentar, de jeito nenhum, ambientes com aglomerações.  

Essa realidade certamente é incomum e muito difícil para a maioria das pessoas, o que pode gerar muito estresse, ansiedade e desequilíbrio emocional. 

No âmbito da educação, a chave para lidar com esse processo está no estímulo à inteligência emocional. Trata-se de compreender os sentimentos e formar um repertório para lidar com cada um deles de forma adequada.  

É um diálogo entre escola, pais e alunos, onde os adultos precisam ter a sensibilidade de expor e trabalhar as próprias fragilidades em sintonia com as que os jovens também apresentam.  

Dicas fundamentais para o isolamento social

Além do período propiciar a oportunidade de trabalhar a inteligência emocional, existem dicas práticas também para manter o equilíbrio e a saúde mental. Confira! 

Volume de informações 
O noticiário está completamente focado em manter a população informada sobre a pandemia. Por mais que seja importante estar atualizado, é necessário filtrar o volume de informações que você recebe. Estabelecer horários para ver os jornais, de preferência. 

isolamento social importa
O isolamento social se faz necessário para evitar a propagação do vírus

Socialização 
Manter contato com amigos, família e pessoas importantes. Há diversos meios de comunicação para conversar e, principalmente, desabafar sobre esse momento de grande tensão e ansiedade. Usar a tecnologia a seu favor. Demonstrar afeto.

Rotina
Agenda e horários não devem ser bruscamente alterados. É importante manter a rotina de acordar no mesmo horário, alimentar-se bem em períodos que contemplam o café da manhã, o almoço e o jantar. Fazer a higiene de sempre. Dormir bem. Em suma, cuidar-se. Estar com a rotina saudável, acima de tudo. 

Confira mais notícias de atualidades em: https://www.rededeexperiencias.com.br/atualiza

Fotos – Unsplash

REFERÊNCIAS 

Associação Americana de Psicologia (APA) e Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos e Ministério da Saúde do Brasil 

https://escoladainteligencia.com.br/como-escolas-podem-estimular-a-inteligencia-emocional-de-seus-alunos/ 


Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *