Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil

Por SOMOS Educação

O último domingo (28) foi de definição nas eleições de 2018 no Brasil. Com 57.797.423 votos e 55,13% de votos válidos, Jair Bolsonaro (PSL) se elegeu presidente da República no segundo turno, derrotando o candidato Fernando Haddad (PT), que obteve 47.040.574 votos e 44,87% de votos válidos.

O resultado confirmou o que as pesquisas eleitorais mostravam desde que se estabeleceu o segundo turno com os dois candidatos, após a primeira votação no dia 7 de outubro. Agora eleito, Bolsonaro tomará posse em 1º de janeiro de 2019 e governará o país por quatro anos, até o final de 2022. Ele será o 38º presidente do Brasil.

Para sair vencedor do pleito presidencial, Bolsonaro foi o mais votado em 16 estados. Eleitores do Acre, do Amapá, do Amazonas, do Espírito Santo, de Goiás, do Mato Grosso, do Mato Grosso do Sul, de Minas Gerais, do Paraná, do Rio Grande do Sul, do Rio de Janeiro, de Rondônia, de Roraima, de Santa Catarina e de São Paulo, além do Distrito Federal, votaram majoritariamente no então candidato do PSL.

Bolsonaro é o 3º militar eleito pelo voto direto

Capitão reformado do Exército, Jair Bolsonaro é o terceiro militar eleito pelo voto direto para ocupar a Presidência da República. Antes dele, apenas o marechal Hermes da Fonseca (1910) e o general Eurico Gaspar Dutra (1945) estiveram nesta condição.

Vale lembrar que durante o período da Ditadura Militar (1964-1985), quando o Brasil foi governado por militares, a escolha dos presidentes não se dava de forma direta, uma vez que a população era impedida de votar.

Ausentes, brancos e nulos chegam a quase 29%

Reflexo da polarização que se estabeleceu no segundo turno das eleições, os eleitores que não votaram, anularam o voto ou votaram em branco chegaram a 28,83% do eleitorado, ou 42.465.941 pessoas.

O índice de abstenção atingiu 21,30% do eleitorado, o que representa 31.371.267 eleitores. Entre os que votaram, 9,57% anularam ou votaram em branco, sendo 2.486.590 de votos brancos e 8.608.084 de votos nulos. Esta foi a maior quantidade de votos brancos e nulos registrados nas seis disputas de segundo turno realizadas depois da Ditadura.

Em comparação com o primeiro turno, a taxa de ausentes cresceu 5% no segundo turno, passando de 20,3% para 21,3% do total de eleitores. Já o percentual de votos brancos e nulos aumentou 9%, passando de 8,8% para 9,6% do eleitorado.

Governadores são eleitos em 14 estados

O domingo também marcou a eleição de governadores em 14 estados. Maior colégio eleitoral do País, São Paulo escolheu João Doria (PSDB) como o novo chefe do Executivo, ao derrotar Márcio França (PSB), com 51,75% dos votos válidos contra 48,25%.

Segundo maior colégio eleitoral, Minas Gerais será governada por Romeu Zema (Novo), que derrotou Antonio Anastasia (PSDB) no pleito. Já no Rio de Janeiro, o vencedor foi Wilson Witzel (PSC). Waldez (PDT) ganhou a disputa no Amapá, enquanto Wilson Lima (PSC) saiu vitorioso no Amazonas.

Ibaneis governará o Distrito Federal, Reinaldo Azambuja será o governador do Mato Grosso do Sul e Helder Barbalho comandará o Pará. Nos demais estados, os governadores eleitos foram Fátima Bezerra (PT), no Rio Grande do Norte; Eduardo Leite (PSDB), no Rio Grande do Sul; Coronel Marcos Rocha (PSL), em Rondônia; Antonio Denarium (PSL), em Roraima; Comandante Moisés (PSL), em Santa Catarina; Belivaldo (PSD), em Sergipe.

De olho nas ações dos eleitos

Com a definição de todos os representantes eleitos para cargos públicos nas eleições de 2018, cabe agora à população acompanhar a atuação dos políticos e cobrar pelas propostas prometidas durante a campanha eleitoral.

Veja mais em https://www.rededeexperiencias.com.br/atualiza/eleicoes-2018-brasil-define-proximo-presidente-em-28-10https://www.rededeexperiencias.com.br/atualiza/eleicoes-2018-o-que-cada-cargo-que-votaremos-faz. E Para ficar por dentro dos principais temas da atualidade acesse https://www.rededeexperiencias.com.br/atualiza.

Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *