Como o Minecraft tem ensinado sobre patrimônio histórico destruído

Por SOMOS Educação

Muitos jogos, além de divertir a garotada, podem ter uma finalidade educativa também. Os professores sabem disso melhor do que ninguém. Foi o que aconteceu com o Minecraft – famoso jogo eletrônico que utiliza blocos para construir paisagens – e que nos últimos anos tem sido utilizado para uma nobre finalidade: reconstruir patrimônios históricos destruídos no Oriente Médio por conta de guerras ou disputas territoriais e ideológicas.

Aprender e brincar

O novo projeto foi apresentado pela Microsoft, detentora da marca, em parceria com a Unesco. A iniciativa possibilita que os estudantes não apenas aprendam sobre a história dos monumentos como exercitem habilidades de localização espacial e de matemática. Em São Paulo, a Escola Bosque foi selecionada para testar o projeto, chamado de “History Blocks”. Entre os primeiros trabalhos foi possível “reconstruir” a Mesquita al Nuri, no Iraque, atacada em 2017 durante um confronto entre as forças do governo e o Estado Islâmico.

Muitos jogos, além de divertir a garotada, podem ter uma finalidade educativa também.

Cultura geral

O jogo despertou ainda o interesse na cultura e nas histórias por trás dos monumentos e de sua devastação. Para a diretora pedagógica do colégio, Silvia Scuracchio, foi a primeira vez que conceitos como destruição cultural e opressão ideológica foram apresentados para muitos dos alunos em questão.

Como o Minecraft tem ensinado sobre patrimônio histórico destruído

O projeto History Blocks é uma resposta à destruição de centenas de monumentos históricos em zonas de guerra. Com ele, professores podem trabalhar junto de seus alunos para reconstruir, restaurar e preservar os Patrimônios da Humanidade destruídos pelos conflitos.

Muitos jogos, além de divertir a garotada, podem ter uma finalidade educativa também.

Para participar, basta fazer o download do plano pedagógico para ser aplicado em sala de aula e começar a brincadeira: http://historyblocks.com.br/. O projeto History Blocks está presente em mais de 30 países.

Fotos: Projeto History Blocks/Reprodução e Deposit Photos
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *