Não se faz ciência sem imaginação

Por SOMOS Educação

“A imaginação é mais importante que o conhecimento”, disse uma vez o famoso cientista Albert Eisten, Nobel da Física.  A frase é da obra “Sobre religião cósmica e outras opiniões e aforismos” (1931).

Albert Eistein, cientista emblemático
Albert Eistein, cientista emblemático

De acordo com o físico, o conhecimento é limitado, enquanto a imaginação abraça o mundo inteiro, estimula o progresso e dá luz à evolução. O que essa reflexão pode nos ensinar a respeito da ciência e da própria educação?

A arte da ciência, a ciência da arte

O fazer científico é comumente visto com o olhar da captação de resultados, da objetividade e o foco é prioritariamente no conhecimento tangível, ou seja, naquilo que é possível ser tocado, visto e experimentado. Diante disso, a ciência também é considerada por muitos algo difícil, mais “engessado”. Afinal, há espaço para a subjetividade no método científico? Nos fatos e nas pesquisas?

De acordo com especialistas da área e, como foi já citado, segundo o próprio Eistein, sim. Como Isaac Newton, por exemplo, descobriria a lei da gravidade a partir da queda de uma maçã se não fosse pela sua imaginação? A curiosidade é o estopim da ciência e todo processo de elaboração científica passa pela criatividade humana.

As ciências humanas, afinal, também são ciências. Qualquer artista, seja no processo criativo de uma canção, na pintura de uma tela ou nos palcos do teatro, também possui métodos, ideias que vem e vão, estruturas, projeções e descobertas. Da mesma forma que um químico no laboratório, ou como um médico no ambiente cirúrgico.

O papel da ciência e da imaginação

Diante desse raciocínio, um papel fundamental dos educadores é o de estimular a criatividade e a imaginação dos estudantes. Todo fazer científico começa na escola e, para além da razão e dos fatos, a subjetividade se torna, segundo Eistein, a fórmula mágica do rigor da ciência.

Criatividade e imaginação são fundamentais para a ciência
Criatividade e imaginação são fundamentais para a ciência

Saiba mais do mundo da Educação: https://www.rededeexperiencias.com.br/atualiza/educacao

Fotos: Depositphotos

Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *