O ano letivo em 2021

Por SOMOS Educação

A pandemia de coronavírus prejudicou muito as metas educacionais para este ano. O cenário geral demonstrou que muitos jovens ainda não estão preparados para estudar em casa. Outra dificuldade elencada por especialistas é o difícil acesso em algumas comunidades para entregar o material para os alunos.

Diante dessa realidade, o Conselho Nacional de Educação (CNE), abriu a possibilidade de que redes de ensino da educação básica possam unir os anos letivos de 2020 e 2021 quando forem reabrir as escolas. O texto também permite que o ensino remoto seja adotado até o fim do ano que vem.

Desse modo, a recomendação é que não haja reprovação ao fim de 2020, mas que os alunos sejam avaliados para monitorar a aprendizagem.

Assim, no fim do ano letivo de 2021, a avaliação irá indicar se o estudante avança um ou dois anos na sua caminhada escolar. Para alunos do 3º ano do ensino médio, há a possibilidade de um ano letivo “extra” para reforçar a aprendizagem 

Recomendações

A recomendação do CNE é que as escolas avaliem os alunos no retorno às aulas presenciais para identificar o que ele não aprendeu durante a pandemia.

Projeções para o próximo ano

Em São Paulo, alunos da rede estadual de ensino precisarão entregar um número mínimo de atividades exigidas pela escola para serem aprovados em 2020. Caso não entregue, o estudante poderá ser reprovado e cursar o mesmo ciclo novamente em 2021.

 Por causa da pandemia, a Secretaria de Educação desenvolveu o conceito de “ciclo de aprendizagem 2020-2021”. A ideia é que todo o aprendizado previsto para esses dois anos seja avaliado de maneira única ao final de 2021. A exceção é para os alunos do 3º ano do Ensino Médio, que não precisarão fazer em 2021 o 4º ano, que foi criado temporariamente e é opcional.

Diagnóstico de aprendizagem

Também em São Paulo, duas avaliações obrigatórias serão feitas para identificar as aprendizagens essenciais ainda não desenvolvidas pelos alunos. A primeira será em dezembro de 2020, e a segunda, em fevereiro de 2021. 

O aprendizado do aluno em 2020

A partir do diagnóstico, os professores e as escolas farão planos de recuperação e reforço, se necessários. Segundo o governo, uma atenção especial será dada aos estudantes do ensino fundamental em processo de alfabetização e aos alunos dos anos finais do fundamental e do ensino médio.

Fotos: Reprodução

Confira mais notícias de atualidades em: https://www.rededeexperiencias.com.br/atualiza

Referências

https://g1.globo.com/educacao/volta-as-aulas/noticia/2020/10/08/saiba-mais-sobre-o-ano-letivo-unificado-avaliacao-em-2021-vai-indicar-se-aluno-avanca-uma-ou-duas-series.ghtml

https://avozdaserra.com.br/noticias/combate-evasao-escolar-e-o-principal-desafio-para-2021

https://educacao.uol.com.br/noticias/2020/11/11/calendario-escolar-2021-sp.htm?fbclid=IwAR29CGfDvShACrmTbAHo0q6OxlWgWuNdGOcGVg1zfDxfZ_U3nkX7-K9FQ2E

Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *