O ‘Big Brother’ original: a importância da obra distópica ‘1984’, de George Orwell

Por SOMOS Educação

Para os fãs de reality show, o termo ‘Big Brother’ (‘Grande Irmão’ em inglês) pode remeter ao programa de TV bem sucedido em diversos países. No entanto, o conceito veio originalmente da obra ‘1984’, do autor britânico George Orwell (pseudônimo de Eric Arthur Blair). Os livros do autor voltaram às listas dos mais vendidos agora que caíram em domínio público, já que se passaram 70 anos de sua morte, ocorrida em 21 de janeiro de 1950.

Publicado em 1949, o livro foi traduzido em 65 países, virou minissérie, filmes, inspirou quadrinhos, mangás e até mesmo uma ópera.

Por que essa obra é considerada tão importante? Confira acompanhando a leitura deste artigo!

Obra foi adaptada para diversas mídias e formatos

O que é distopia?

Para entender a obra, primeiro é importante decifrar o gênero na qual ela está categorizada. Trata-se da distopia.

Em 1916, o também britânico Thomas More escreveu o livro Utopia. Neste livro, o protagonista se depara com uma sociedade ideal, em que todos vivem em harmonia em um sistema econômico racional e que leva à felicidade. O nome utopia deriva do grego e significa um não lugar, ou seja, um lugar que não existe. Já a distopia é o polo negativo da utopia. Em 1868, o filósofo e economista John Stuart Mill, em um discurso ao Parlamento Britânico, usou o termo para se referir a determinada situação da política irlandesa. Ele proclamou “é provavelmente, demasiado elogioso chamá-los utópicos, deveriam ser chamados distópicos”.

1984

A narrativa acompanha Winston Smith, um homem de 39 anos que vive em uma sociedade considerada distópica, onde o mundo é dividido em três grandes potências: Laurásia, Lestásia e Oceania – onde vive Smith. Nesse mundo, todos os habitantes são monitorados por câmeras, as chamadas teletelas, e são totalmente submissos à vontade do Grande Irmão (Big Brother), a representação do Partido.

Nova edição de ‘1984’ (Editora Companhia das Letras / Divulgação)

O livro possui um profundo teor político, social e filosófico, tendo como característica mais marcante ser uma obra ficcional que revela o verdadeiro significado do totalitarismo. 

A partir da pandemia de coronavírus, a obra, juntamente com outros clássicos distópicos, voltou a ser sucesso de vendas devido ao clima de distopia em que estamos vivendo com o atual cenário do mundo.

Fotos: Divulgação

REFERÊNCIAS

https://guiadoestudante.abril.com.br/estudo/saiba-mais-sobre-o-livro-1984-de-george-orwell/

https://www.cartacapital.com.br/cultura/orwell-volta-a-moda-mas-quem-captou-o-espirito-do-nosso-tempo-foi-huxley/.

https://www.meon.com.br/meonjovem/alunos/1984-o-livro-que-originou-o-big-brother

https://coiotespodcast.medium.com/1-o-futuro-%C3%A9-agora-a-sensa%C3%A7%C3%A3o-de-uma-distopia-725cefff1d15

Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *