O sucesso do kit brasileiro para ensino de engenharia

Por SOMOS Educação

O arquiteto paraense Márcio Sequeira desenvolveu o Kit Estrutural Mola como um projeto de pesquisa de mestrado na Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop). O sucesso foi instantâneo. Desde 2014 o objetivo continua sendo o mesmo: tentar aprimorar o ensino de conceitos de estruturas a estudantes de arquitetura e engenharia.

Kit Estrutural Mola

Segundo seu criador, o kit já é usado em cerca de 300 universidades de mais de 70 países. Este mês, em sua terceira edição, a campanha de financiamento coletivo bateu a meta inicial em oito horas, ao arrecadar mais de R$ 1 milhão.

Design e criatividade

Composto por 235 peças magnéticas de montar, à primeira vista, ele pode parecer um simples brinquedo. Em sua terceira edição, o kit recebeu melhorias e novas peças – que podem ser usadas com as dos produtos anteriores. Entre as novidades estão mais cabos e argolas que ajudam a montar uma série de prédios diferentes, inclusive construções famosas, como a ponte da Baía de Sydney, na Austrália.

Aprendendo estruturas fundamentais

Os modelos Mola oferecem aos usuários a chance de obter uma compreensão prática e experimental de conceitos estruturais abstratos. Ao experimentar as diferentes peças, é possível visualizar e simular propriedades estruturais precisas.

Leia também: Há 50 anos, o homem andava na Lua pela primeira vez

Benefícios no aprendizado

A possibilidade de experimentar configurações e arranjos variados, e de simular fenômenos difíceis de serem observados a olho nu, tanto em ambiente de ensino quanto em escritórios, a partir da construção e uso de modelos físicos construídos com este kit, evidenciou sua adequação e relevância em relação ao objetivo proposto: promover o conhecimento intuitivo das estruturas a partir da simulação realizada por estudantes e profissionais dos campos da arquitetura, engenharia e design.

Kit está na terceira edição

Somado a isso, o produto destaca-se pela qualidade estética, funcional e técnica, extrapola seu propósito imediato e evoca um experimentar lúdico qualificando-o como uma peça sofisticada, capaz de despertar a curiosidade, por crianças e adultos, pela simples possibilidade de construir formas complexas pela aproximação dos elementos magnetizados e assistir ao comportamento da forma gerada.

O arquiteto Márcio Sequeira

Na empresa do arquiteto e criador, trabalham atualmente quatro funcionários para dar conta da demanda – além dos 2 mil kits vendidos pela campanha de financiamento, eles abriram um período de pré-venda da terceira versão em seu site. Mesmo sendo uma empresa pequena, Márcio Sequeira revela o orgulho de ser uma iniciativa 100% brasileira com um produto educativo inovador.

Fotos: Márcio Sequeira Facebook/Reprodução

 

 

Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *