Startup brasileira é finalista de prêmio internacional de tecnologia

Por SOMOS Educação

Sem concorrentes no Brasil e até mesmo no mundo, a turma que criou a startup brasileira Signa está fazendo história. Trata-se de uma plataforma online de educação e capacitação para pessoas surdas, em Libras – a língua brasileira de sinais. Com conteúdo quase todo desenvolvido pela comunidade surda, a iniciativa pode receber agora um prêmio inédito: é umas das 30 finalistas do Next Billion Edtech, a ser realizado entre os dias 22 e 24 de março, em Dubai, durante o Global Education & Skill Forum (https://www.educationandskillsforum.org/whats-on/next-billion-ed-tech-gesf/).

Os três primeiros colocados levam a substancial quantia de US$ 25 mil, e serão escolhidos por um júri composto por investidores, educadores e especialistas em tecnologia educacional de todo o mundo.

Inovação brasileira

Com sede em Florianópolis, Santa Catarina, a startup conquistou a indicação de finalista graças a dois pontos importantes da premiação: desenvolver trabalhos com educação e gerar impacto em pessoas que tenham alguma dificuldade de acesso a serviços – no caso, a população de surdos.

Além da Signa (https://www.signaedu/), boa parte do conteúdo educativo é produzido pela própria comunidade de surdos do Brasil. São profissionais formados que utilizam suas áreas de conhecimento para desenvolver material útil para pessoas com as mesmas características e dificuldades.

Salto produtivo

Fabíola Rocha, co-fundadora e diretora geral da Signa, explica que havia uma grande demanda por esse tipo de material educativo, mas que o crescimento esbarrava no gargalo da equipe reduzida. A ideia, segundo ela, foi capacitar a comunidade surda para produzir conteúdo, mediante o pagamento de uma comissão. Para tanto, foi disponibilizado um material ensinando como fazer cursos online.

De acordo com o Censo de 2010 realizado pelo IBGE, existem cerca de 9,7 milhões de pessoas com deficiência auditiva no Brasil.

Fotos: Marcos Gama e Darley Goulart/Divulgação

 

Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *