Tarsila do Amaral ganha exposição no MASP, em São Paulo

Por SOMOS Educação

Com curadoria de Adriano Pedrosa e Fernando Oliva, a mostra “Tarsila Popular” reunirá cerca de 120 trabalhos da artista, que teve importância primordial no movimento modernista brasileiro, além de uma das idealizadoras da Semana de Arte Moderna de 1922, importante movimento cultural que, entre outros objetivos, intencionava digerir o modelo artístico importado da Europa para transformá-lo em uma expressão de arte com caráter mais brasileiro.

Chance única para visitar

A exposição tem início na sexta-feira (5/4) e trará importantes quadros da artista, como as telas A Cuca, Operários e Manacá. Mas, sem dúvida alguma, o maior destaque ficará por conta de O Abapuru – a tela brasileira mais valorizada no mundo. Um homem de pés e mãos enormes, mas com a cabeça pequena, debaixo do sol.

Pintada em 1928 e oferecida ao seu marido, o escritor Oswald de Andrade, Abaporu é o marco do Movimento Antropofágico, que se propunha a deglutir a cultura estrangeira e adaptá-la ao Brasil. As cores do quadro, não por acaso, reproduzem as cores da bandeira brasileira e seu nome vem do Tupi-guarani e significa Aba (homem) e Poru (comer).

Expoente da pintura

A obra, que pertence ao Malba (Museu de Arte Latino-americano de Buenos Aires), esteve na capital paulista pela última vez em 2008, durante uma mostra especial da Pinacoteca. Em fevereiro deste ano, A Lua, outro quadro de Tarsila do Amaral, também pintado em 1928, foi adquirido pelo Museu de Arte Moderna (MoMA) de Nova York por cerca de 20 milhões de dólares, batendo o recorde de obra brasileira mais valorizada em leilões de arte em todos os tempos. A obra estava na coleção da família Feffer – da fábrica de papel e celulose Suzano – desde os anos 1950.

Serviço

Exposição Tarsila Popular

Local: Museu de Arte de São Paulo (MASP)

Endereço: Avenida Paulista, 1578

Horários: Quartas-feiras a domingos, das 10h às 17h30; terças-feiras, das 10h às 19h30

Data: De 5 de abril a 23 de junho de 2019

Ingressos: R$ 40; meia-entrada, R$ 20. Grátis às terças-feiras

Fotos: Divulgação

 

Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *