TikTok, rede social febre do momento, sofre ameaça de bloqueio nos EUA

Por SOMOS Educação

O TikTok é um aplicativo que possibilita aos usuários gravar vídeos curtos de até 60 segundos, geralmente com dublagens musicais, danças, clipes ou cenas de humor.  O app, disponível para os sistemas Android e iOS (iPhone), é um dos mais baixados dos últimos tempos. 

O serviço é de origem chinesa e virou febre, em especial, entre o público jovem do mundo todo. Influenciadores e famosos já são figuras marcantes no aplicativo.

TIkTok é febre entre jovens

Nos EUA, entretanto, apesar da popularidade, o aplicativo foi colocado sob suspeita pelo presidente Donald Trump e ainda pode ser bloqueado no país norte-americano.  Entenda a seguir!

Bloqueio nos EUA?

Donald Trump ameaçou banir o TikTok dos EUA caso ele não fosse vendido para uma empresa americana – tudo isso sob a justificativa de que a rede social poderia compartilhar dados de 100 milhões de usuários americanos com o governo chinês.

O Departamento de Comércio dos EUA afirmou que os downloads e atualizações do TikTok seriam restritos no país a partir do dia 20 de setembro. No entanto, isso não aconteceu e o prazo foi ampliado em uma semana. Ainda assim, a restrição que impediria o TikTok de funcionar no país só passaria a valer em 12 de novembro, caso uma negociação em andamento não seja aprovada.

Negociações e parcerias

Inicialmente, a Microsoft apresentou interesse pela compra do aplicativo nos EUA, mas as intenções eram ousadas a ponto de ter um grande controle sobre o aplicativo. A ByteDance, startup chinesa de tecnologia criadora do TikTok, rejeitou a investida. 

A partir disso, a empresa Oracle, que atua em soluções corporativas, iniciou uma aproximação com a empresa chinesa. Pouco depois, iniciaram uma “parceria tecnológica”, onde a companhia americana disse que será uma “provedora confiável de tecnologia”.  Desse modo, a Oracle pretende assumir o gerenciamento dos dados de usuários do aplicativo nos EUA e teria acesso aos códigos da ByteDance para realizar auditorias.

Neste acordo, será criada uma nova empresa, chamada TikTok Global, com sede nos EUA

Negociações para o novo TikTok Global

Walmart entra no jogo?

Desde agosto, a companhia varejista disse que fazia parte das negociações entre Microsoft e TikTok. Mesmo com a saída da gigante tecnológica, o Walmart continuou nas negociações.

O interesse da companhia no TikTok é uma maneira de ampliar a sua presença digital, de olho principalmente nos 100 milhões de usuários ativos que o TikTok tem nos EUA e nos cerca de 800 milhões ao redor do mundo.

Divergências 

Há divergências sobre o modelo do negócio, mas todas as empresas concordam em um ponto: será criada uma nova empresa, chamada TikTok Global, com sede nos EUA.

As conversas devem avançar nesta semana, mas ainda não há uma data para que o negócio seja finalizado.

Fotos: Divulgação / Unsplash

Confira mais notícias de atualidades em: https://www.rededeexperiencias.com.br/atualiza

REFERÊNCIAS

https://www.techtudo.com.br/noticias/2018/11/o-que-e-tiktok-conheca-o-app-mais-baixado-que-instagram-e-facebook-nos-eua.ghtml

https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/2020/09/22/novela-do-tiktok-nos-eua-continua-entenda-os-capitulos-mais-recentes-e-o-que-deve-vir-por-ai.ghtml

https://tecnoblog.net/368577/tiktok-global-acordo-bytedance-oracle-walmart-eua-wechat/

Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *