Vai prestar Fuvest? Fique de olho nas dicas!

Por SOMOS Educação

A primeira fase de um dos vestibulares mais concorridos do país será realizada no próximo domingo, dia 26. Serão mais de 135 mil candidatos concorrendo a 8.402 vagas da Fuvest. O curso de Medicina (Campus de São Paulo) é o mais disputado, com 135,7 candidatos por vaga – mais do que o dobro em comparação com o ano passado.

Mas, seja para qual curso o aluno estiver concorrendo, é importante estar bem preparado para conquistar a sonhada vaga.

“Quem se dedicou aos estudos durante todo o ano, focado e com empenho, apresenta melhores condições de alcançar esse objetivo. Agora, nessa reta final, dias antes de encarar o exame, a dica é fazer apenas uma breve revisão dos conteúdos em que encontrou mais dúvidas, mas principalmente buscar relaxar, para que o nervosismo ou a ansiedade não prejudiquem o seu desempenho no momento da prova”, sugere Fábio Silva, coordenador pedagógico do Ético Sistema de Ensino.

A prova da primeira etapa é formada por 90 questões de múltipla escolha, sendo algumas interdisciplinares, e versará sobre as seguintes disciplinas do núcleo comum obrigatório do Ensino Médio: biologia, física, inglês, português, química, geografia, história e matemática. Para responde-las, os candidatos terão 5 horas de prova.

Campus da USP

“Parece ser bastante, mas é preciso administrar bem essas horas. Questões complicadas que demandam mais tempo, o aluno deve separá-las para depois, quando estará mais confiante e com maior rendimento nas resoluções das questões”, orienta Silva.

As mais fáceis antes

O ideal é que o aluno busque responder inicialmente as questões das disciplinas com as quais tem mais familiaridade, mais domínio e conhecimento.

Outra dica importante é que o candidato faça uma pausa estratégica para renovar as energias. “Após três horas de prova, pare para comer uma fruta ou mesmo um chocolate, ir ao banheiro para lavar o rosto, se esticar um pouco. Isso ajudará a manter o foco e voltar com o máximo de dedicação na prova”, conclui o coordenador pedagógico do Ético.

Foto: Shutterstock
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *