Cai número de jovens interessados em ser professor

Por SOMOS Educação

O relatório Políticas Eficientes para Professores, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), divulgado recentemente, traz um cenário muito preocupante para a educação no Brasil: cada vez menos jovens desejam ingressar na carreira de professor.

De acordo com o relatório, atualmente, apenas 2,4% dos alunos de 15 anos se interessam pela profissão. Esse percentual era de 7,5% uma década atrás. O valor é menor do que a média dos países avaliados pela OCDE, que é de 4,2%. Entre os motivos que o estudo apontou como inibidores dessa tão nobre profissão estão os baixos salários e a falta de reconhecimento social acerca de sua importância.

O levantamento indica ainda que o nível de escolaridade dos pais tem interferência na escolha da carreia. Quanto menor a escolaridade, maior é a proporção dos interessados. Enquanto o índice de escolha por ser professor é de 3,4% entre jovens filhos de pais que só concluíram o ensino fundamental, o número cai para 1,8% entre filhos de pais que cursaram até o ensino superior.

Bons exemplos podem inspirar jovens

Se por um lado, o número de jovens interessados em ser professor tem diminuído por conta da falta de reconhecimento social e por baixos salários, por outro, os exemplos transformadores que partem de muitos educadores e escolas por todo o país podem servir de inspiração para que estudantes busquem a carreira com o desejo de fazer a diferença.

Quer conhecer alguns desses belos exemplos? Acesse https://www.rededeexperiencias.com.br/na-pratica e confira diferentes iniciativas de professores e gestores escolares!

Foto: Depositphotos
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *