Alunos no mundo da lua

Por SOMOS Educação

O título pode soar meio esquisito, mas foi exatamente o que Instituto Educacional Mahatma Gandhi, de Oeiras, do Piauí, promoveu para seus alunos do Ensino Fundamental II com o projeto “Astronomia na Escola”. A atividade ajudou os estudantes a desvendarem o mundo da astronomia, descrevendo sua história e relacionando os principais eventos astronômicos e as teorias sobre a origem do universo fundamentada em métodos experimentais.

“Através de vídeos e documentários, bem como a observação dos astros e a construção de alguns modelos utilizando diferentes materiais, incentivamos os alunos a explorarem temas da astronomia”, explica a professora Anita do Espírito Santo Silva Coelho, especialista em Ensino de Ciências.

Estudantes observam céu
Estudantes observam céu

Mundo de aprendizado

O projeto abordou temas como movimentos planetários; causas e consequências da rotação e translação; movimentos da lua; marés; eclipses solar e lunar; conceituação e aprendizagem sobre anos-luz e gravidade. A atividade também trouxe a história e a evolução dos instrumentos ópticos usados em astronomia.

Para a professora Anita, a iniciativa da escola auxilia na erradicação do analfabetismo científico, além de colaborar para a formação de cidadãos engajados na globalização de atitudes positivas para com o nosso planeta. “O ‘Astronomia na Escola’ é muito mais que um projeto extracurricular, é a oportunidade da ampliação dos horizontes das práticas educativas, é a possibilidade da inovação do currículo escolar colaborando para o estabelecimento de um processo contínuo de aprendizagem: aprender a aprender e, sobretudo, aprender a pensar e a agir”, destaca Anita.

Alunos aprendem astronomia
Alunos aprendem astronomia

Apesar do mau tempo ter impossibilitado a observação das constelações, a professora considerou o projeto um sucesso. “Observamos um melhor desempenho de aprendizagem com a conciliação da teoria com a prática, além da interação entre os colegas, que durante toda a atividade mostraram-se muito motivados. Nossos objetivos foram claramente alcançados!”

Como fazer na minha escola:

– Para o sucesso do projeto, é fundamental que a escola ofereça formação continuada aos professores. Isso porque apesar de ser um assunto bastante conhecido, há um grande avanço tecnológico envolvido na área de pesquisas;

– Instigar os alunos com questões norteadoras e despertar o interesse pela observação do céu ao seu redor, para melhorar a compreensão do mesmo;

– Organizar os horários convenientes para observação do tempo, com realização de pesquisas sobre as previsões, para que o planejamento transcorra com sucesso;

– Solicitar com antecedência os materiais que serão utilizados na realização das práticas;

– Realizar as práticas em ambientes que tenham ampla visão das paisagens e do céu. Assim, os alunos conseguem se orientar e vincular os conteúdos com a prática;

– Durante qualquer observação ao espaço, deve-se orientar os alunos dos riscos diante da exposição e visão direta para o sol;

– Os professores devem orientar passo a passo o projeto, para que os alunos entendam de fato o experimento;

– As atividades podem ser realizadas em grupos, pois facilita a interação e socialização dos mesmos. É importante que a escola prestigie e reconheça os trabalhos dos alunos, podendo expor para toda a comunidade escolar e a família.

Para ver outros projetos de destaque na educação navegue em https://www.rededeexperiencias.com.br/na-pratica. E se sua escola também promove e incentiva a participação dos alunos em projetos incríveis, compartilhe conosco em https://bit.ly/2HRdQQ7

Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *