Conhecendo a culinária hispano-americana

Por SOMOS Educação

Incentivar o gosto pela culinária e a descoberta de novos sabores são alguns dos objetivos que motivaram o Instituto Educacional Genesis, em Resende (RJ), a criar o projeto “Culinária Hispano-americana”, voltado para os alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

A ideia partiu da professora de Espanhol Ana Carla Lamin. Além da degustação de diferentes pratos típicos, proporcionou-se uma imersão na cultura do mundo hispano-americano de um modo geral, gerando contato com aromas e sabores antes conhecidos apenas nos livros. “Esta experiência pode-se tornar um hábito nas pessoas por apreciarem ingredientes e sabores diferentes que nunca foram experimentados. O hábito de comer algo novo deveria ser estimulado na infância, para que o indivíduo aprenda desde pequeno a experimentar, pois é importante e prazeroso comer um prato diversificado e colorido”, afirma a professora Ana.

Novos sabores

A participação dos alunos foi importante desde o início. Tudo começou com o trabalho de sondagem das receitas. Além disso, foi solicitado que eles pesquisassem as comidas típicas hispano-americanas que tivessem influência na culinária brasileira. Esta parte do projeto foi encarada individualmente: cada aluno fez, não só a pesquisa da receita, como escolheu e preparou o prato que foi degustado por todos os colegas.

Além do objetivo principal – conhecer e degustar os pratos típicos da cultura hispano-americana – alguns objetivos específicos também foram trabalhados, como incentivar o gosto pela culinária e ainda tornar o contato com a alimentação algo mais prazeroso. Como incentivo, a professora permitiu que os alunos acrescentassem um ingrediente novo na receita. A ideia era criar novos hábitos: incentivar o gosto pelo novo, compreender a importância de degustar receitas diversas, possibilitar o contato com diferentes culturas, possibilitar a troca de receitas, envolver outros professores e funcionários da escola no projeto culinária hispano-americana e – até mesmo – incentivar o uso do dicionário como recurso para o entendimento de palavras desconhecidas.

Imersão cultural

Além de pesquisar, criar e preparar a receita, saber apresentar e expor o resultado da pesquisa também era importante para a conclusão do projeto. Não raro, alunos e professores têm dificuldades em degustar algo nunca antes visto. Desta forma, trabalhar com o novo pode trazer resultados bastante satisfatórios em relação à aprendizagem.

Um verdadeiro sucesso, a iniciativa aconteceu após os testes do 3º bimestre da aula de espanhol, em setembro passado, no espaço Eco-Ville.

Como fazer na minha escola:

A partir do estudo das comidas típicas os alunos ficaram curiosos em apreciá-las e assim foi construído o projeto.

Para ver outros projetos de destaque na educação navegue em https://www.rededeexperiencias.com.br/na-pratica. E se sua escola também promove e incentiva a participação dos alunos em projetos incríveis, compartilhe conosco em https://bit.ly/2HRdQQ7.

Fotos: Instituto Educacional Genesis
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *