Diversão e muito conhecimento em jogo de tabuleiro

Por SOMOS Educação

Quem disse que aprendizado e diversão não podem caminhar juntos na escola? O Centro Educacional Alexis Novellino, de Cabo Frio (RJ), mostrou que por meio da criação de um criativo jogo de tabuleiro, alunos podem fixar conhecimento sobre diferentes matérias. Nesse caso, envolveu o estudo sobre as antigas civilizações.

“Com o objetivo de fixar o tema ‘Civilizações Pré-Colombianas – Incas, Maias e Astecas’ e revisar o conteúdo abordado, pedi que os alunos do 7º ano criassem e executassem um jogo de trilhas em tabuleiro. Cada grupo trabalhou um povo escolhido por sorteio, assim como a escolha dos participantes de cada grupo também foi sorteada”, explica a professora Fernanda de Sant’Anna Teixeira.

Dinâmica do jogo

Para dar dinâmica ao jogo, os alunos criaram perguntas em cartas a serem sorteadas de acordo com o resultado apresentado no dado. O dado, aliás, também foi construído por eles, com a ajuda do professor de matemática.

O tabuleiro foi produzido livremente pelos estudantes. Cada grupo fez um com desenhos, número de casas a serem seguidas, desafios, punições e prêmios. Todo o processo de montagem do jogo foi feito em sala de aula, com a orientação da professora.

“Ao final do processo e organização das regras do jogo, os grupos trocaram os tabuleiros entre si. Todos jogaram todos os jogos, facilitando a interação e o conhecimento de cada civilização estudada”, detalha Fernanda.

A professora destaca o sucesso alcançado com a iniciativa. “O resultado foi para além do espaço escolar. Os alunos levaram o tabuleiro para casa ao final da semana e jogaram com suas famílias. Dentro da escola, os impactos foram imediatos. A saída da sala de aula para o pátio do colégio na hora do jogo foi muito positiva. Alguns alunos de outras turmas se interessaram e participaram, e o conteúdo passado em sala foi amplamente difundido”.

Mesma estratégia para diferentes disciplinas

A educadora do Centro Educacional Alexis Novellino ressalta que a estratégia não é exclusiva ao tema abordado e que outros assuntos podem ser inseridos em todos os segmentos e disciplinas. “Esse tipo de trabalho torna fácil o envolvimento de outras disciplinas, como geometria e artes. A montagem do jogo desperta curiosidade, torna o conhecimento um prazer, traz alguns momentos da infância à memória de cada um e proporciona conhecimento e interação. São atividades que nunca esquecerão, assim como o assunto abordado”, conclui Fernanda.

Como fazer na minha escola:

O principal ponto é deixar que a criatividade dos alunos prevaleça. Claro, seguindo as orientações do professor.

O projeto é de fácil execução e desperta o interesse para o trabalho em grupo.

A criação das regras do jogo, a produção dos materiais como tabuleiro e dados, a pintura, finalização e fiscalização dos participantes é totalmente feita pelos próprios alunos.

Tudo é realizado em sala de aula e o resultado certamente virá em forma de interação dos estudantes e fixação do conhecimento envolvido no jogo.

Quer conhecer outros projetos de destaque na educação? Saiba mais em https://www.rededeexperiencias.com.br/na-pratica. E se sua escola também promove e incentiva a participação dos alunos em projetos incríveis, compartilhe conosco em https://bit.ly/2HRdQQ7.

Foto: Centro Educacional Alexis Novellino
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *