Jogar, brincar, construir e aprender

Por SOMOS Educação

Uma excelente estratégia para o ensino de vocabulário e da gramática é fazer uso de jogos, brincadeiras, dinâmicas e músicas, entre várias outras atividades diferentes. Elas contribuem bastante para que os alunos fixem o assunto. Mais do que isso,  também contribuem para que o professor avalie o rendimento do aluno. Essa estratégia também cai bem no aprendizado de idiomas. Foi como a Escola Construindo o 2000, de Pernambuco, fez para o ensino da língua inglesa.

Para os alunos do segundo ano do Ensino Fundamental I, a escola organizou uma atividade bem diferente. A construção de maquetes ajudou na fixação do vocabulário. Foi o “Farm Animals”, em que os alunos precisaram montar suas fazendas com os animais que foram trabalhados em sala pela professora. Na atividade, também foram utilizados o verbo “can” para falar sobre as habilidades dos animais. Dessa maneira, foram formadas frases como “The bird can fly (O pássaro pode voar)”.

O início da atividade

Para iniciar a atividade, a professora de língua inglesa, Sabrina Meyrellis, trabalhou com os alunos, em aulas expositivas, a oralidade e a memorização, apresentando os nomes em inglês dos animais. Depois, em um divertido jogo de perguntas e respostas baseado no método da Abordagem Comunicativa, foi possível aprimorar a comunicação dos estudantes na língua-alvo dentro da sala de aula.

Após a apresentação do vocabulário, os alunos realizaram atividades descritas no material didático e praticaram a escrita das palavras aprendidas. Com a utilização de recortes, imagens e outros recursos, a professora trabalhou oralidade, leitura, escrita e audição da língua inglesa.

Maquete de fazenda

Com os nomes de alguns animais em inglês aprendidos, foi a vez da construção das fazendas. Nesse momento, os estudantes aprenderam a usar o verbo “can” para descrever as habilidades dos animais. Foi a ocasião perfeita para conhecerem outros verbos, como “fly”, “run”, “swim” (voar, correr, nadar). Para essa parte do aprendizado, quizes e mímicas ajudaram e ampliaram a construção do conhecimento de modo divertido.

Depois dessas atividades, a professora dividiu a turma em duplas para montarem uma maquete que representasse a fazenda e os animais que foram aprendidos. No dia da apresentação, cada dupla apresentou a sua maquete, dizendo o nome dos animais ali representados em inglês, bem como suas respectivas habilidades.

Atividade envolveu muita criatividade
Atividade envolveu muita criatividade

Criatividade e aprendizado

Com dinâmicas e diversas estratégias, incluindo a construção de maquetes, os alunos puderam explorar a criatividade dentro de um conteúdo da disciplina que muitas vezes pode ser considerado chato e difícil.

O resultado da atividade não poderia ser outro que não o sucesso. Para a professora Sabrina, “foi perceptível o avanço no processo cognitivo dos alunos com relação ao vocabulário. Também houve maior envolvimento nas aulas, o que gerou não apenas a ampliação do vocabulário na língua inglesa como também maior interação social entre os estudantes.”

Maquetes de fazenda feita pelos alunos
Maquetes de fazenda feita pelos alunos

Como fazer na minha escola:

– Na Escola Construindo o 2000, a construção de maquetes foi usada como estratégia para o ensino de inglês. Mas, ela pode ser aplicada em outra disciplina ou sala do Ensino Fundamental. Só depende do conteúdo trabalhado. Ela serve como fixação do conteúdo e trabalha a oralidade, a pesquisa, a criatividade dos alunos, além de aproximá-los mais à disciplina;

– Antes da construção, deve-se fazer a apresentação e explicação do conteúdo;

– Promova atividades escritas, para que os alunos pratiquem a escrita;

– Áudios de livros ou vídeos também podem ser usados para a prática da audição e, como resultado, da fala, na repetição desses vocabulários;

– Para a construção de maquetes, o professor divide a sala em dupla ou em grupos, de acordo com o tema escolhido;

– Com as maquetes construídas, os alunos se apresentam e o professor pode realizar a avaliação. Ao final, as maquetes podem ficar expostas na escola, para que os outros estudantes possam prestigiar os trabalhos produzidos.

Para ver outros projetos de destaque na educação navegue em https://www.rededeexperiencias.com.br/na-pratica. E se sua escola também promove e incentiva a participação dos alunos em projetos incríveis, compartilhe conosco em https://bit.ly/2HRdQQ7.

Fotos: Escola Construindo o 2000
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *