Aprendizado alinhado com objetivos da ONU

Por SOMOS Educação

Em 2015, ao notar com pessimismo e preocupação os indicadores sociais, ambientais e econômicos para as gerações futuras, a Organização das Nações Unidas (ONU) propôs que seus 193 países membros assinassem a Agenda 2030. Trata-se de um plano global composto por 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e 169 metas capazes de transformar e melhorar o nosso planeta.

Alinhado a essa lista de 17 objetivos e ciente de seu importante papel na construção de um mundo melhor através da educação, em 2017, o Sistema Maxi de Ensino também lançou seu novo material didático. O conteúdo tem conexão direta com várias metas estipuladas pela ONU, com propostas de atividades ligadas à pedagogia afetiva e que permitem a construção e formação de cidadãos mais conscientes.

Pedagogia afetiva

“Nossa proposta pedagógica está toda fundamentada na pedagogia afetiva, que valoriza sobretudo as interações humanas no processo de ensino-aprendizagem. A nova edição de nosso material mostra claramente que essa pedagogia por nós utilizada está bastante alinhada aos objetivos da ONU e aos elementos que esses objetivos trazem como fundamentais para a sustentabilidade global, os chamados 5 P´s do desenvolvimento sustentável: Pessoas, Prosperidade, Paz, Planeta e Parcerias”, explica Renato Luiz Tresolavy, editor do Sistema Maxi de Ensino.

Novo material didático do Sistema Maxi de Ensino

Para Renato, justamente ao pensar em interações humanas em associação com os 5 P´s da ONU, “o material valorizou ainda mais a interdisciplinaridade, a diversidade, a acessibilidade e os direitos humanos”.

O editor do material didático detalhou mais sobre essa relação entre conteúdo e objetivos da ONU. “Em cada uma das disciplinas que formam o novo Ensino Médio do Maxi, ao longo dos três anos, destacamos uma seção específica chamada ‘Você no Mundo’. Essa seção discute textos contemporâneos acompanhados de atividades que estão conectadas aos objetivos da ONU e também com conteúdo das áreas de conhecimento”.

Como exemplo, Renato citou a matemática e a discussão sobre a sempre urgente questão da mobilidade urbana. “Para isso, trazemos aos alunos análise de gráficos, aproveitando o estudo de capítulo, além de uma entrevista com o ex-prefeito de Bogotá, na Colômbia, Enrique Peñalosa, conhecido por suas soluções ousadas em transporte urbano. Esse conteúdo foi associado ao Objetivo 11 da ONU, Cidades e Comunidades Sustentáveis, e a algumas de suas metas”, diz.

Os 17 ODS da ONU

“Os alunos são provocados a pensar em sua realidade local, em opções de transporte sustentáveis e a produzir um texto argumentativo em que defendam sua visão a respeito do assunto”, detalha o editor do Maxi.

Pensamento global

Além do material em consenso com o que trabalha a ONU e seus 193 países membros, o Sistema Maxi de Ensino segue atento ao que tem sido discutido no que diz respeito à transformação de um mundo melhor. Nesse contexto, revela Renato Luiz Tresolavy, “acompanhamos recentemente o lançamento de uma cartilha pela Unesco, cujo conteúdo promove objetivos de aprendizagem para uma educação com os ODS da ONU. Trata-se de documento valioso para que os professores adotantes do Sistema Maxi possam complementar seu trabalho em sala de aula com mais atividades ou propostas de pesquisa. A gente acha que quanto mais os Objetivos da ONU forem divulgados, maiores serão as chances de construir um mundo mais justo, ético e solidário”, conclui.

Fotos: Shutterstock e divulgação
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *