Na Expo Rui, casa aberta para o saber

Por SOMOS Educação

Em Maceió, no estado de Alagoas, o Colégio Rui Barbosa abriu as portas para compartilhar com pais de alunos, ex-alunos, vizinhos, amigos e público em geral todo o conhecimento adquirido na Expo Rui, tradicional Feira de Ciências organizada anualmente pela instituição.

Na edição de 2017, a Expo Rui teve como tema “Ciência, Tecnologia e Inovação”. Os alunos, juntamente com seus professores, desenvolveram apresentações orais e trabalhos escritos relacionados ao assunto seguindo as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Os educadores ajudaram na divisão das turmas de forma que todos pudessem desfrutar do projeto e serem autônomos na construção do conhecimento.

A ação buscou a multidisciplinaridade, como conta a coordenadora Heline Pereira. “Tínhamos como objetivo ligar as ciências (Física, Química, Biologia e Matemática) vistas como vilãs por muitos alunos, como algo impossível de aprender, com o universo da tecnologia e da inovação, o que não foi difícil de acontecer. Aliás, em pouco tempo, nossos alunos faziam comentários e descobertas, que muito dificilmente fariam se não fossem motivados ao trabalho de pesquisa e levantamento de dados”.

Para organizar melhor os trabalhos, houve divisão das turmas por tema, cada um com a responsabilidade de seu educador. Assim ficaram os temas:

6º ano: Jogos e aplicativos educacionais: uma maneira inovadora de aprender (educador responsável: Elienai);

7º ano: As redes sociais como fontes profissionais (educador responsável: Sanielly);

8º ano: A robotização do homem (educador responsável: Ivo Neto);

9º ano: Interestelar (educador responsável: Aloísio);

Enquanto uma turma trazia jogos e apps educacionais…

1ª série: Energias renováveis (educador responsável: Marcelo);

2ª série: Imersão tecnológica (educador responsável: Jaciara);

3ª série: Tic’s (alunos trabalharam de forma independente).

Após a divisão, os alunos iniciaram o processo de pesquisa e levantamento de dados para que pudessem ter pressupostos para as apresentações e trabalho escrito. “Nessa oportunidade, aproveitamos para instrui-los a respeito das normas da ABNT, o que garantiria mais qualidade ao resultado do projeto”, explica Heline.

Enquanto as pesquisas avançavam, em sala os educadores enriqueciam os temas promovendo debates com os alunos, o que aumentava a base de conhecimento na evolução de seus projetos.

…a outra turma abordava energias renováveis

Ao concluir a produção dos trabalhos, a cada turma coube organizar itens da Expo Rui, com a decoração das salas, as lembrancinhas para os visitantes e os cuidados na recepção do grande dia da “casa aberta”. Foi quando a escola abriu as portas para que pais de alunos, ex-alunos, amigos, vizinhos e quem mais tivesse interesse pudesse prestigiar os trabalhos e assistir as apresentações.

“O fato de abrirmos as portas motivou os alunos na busca por mais conhecimento, o que encheu de orgulho todo o corpo docente. A Expo Rui foi um sucesso de visitantes. As apresentações aconteceram de forma natural, pois cada aluno estudou e realmente fixou aprendizado, não sendo mera decoração de texto. Mais além, os estudantes difundiram conhecimento e fizeram do colégio uma verdadeira casa aberta para o saber”, vibra a coordenadora.

Como fazer na minha escola:

Escolha um tema que tenha relevância e que desperte o interesse dos alunos;

Com a ajuda e comprometimento da equipe de educadores, de modo a aproveitar ao máximo a interdisciplinaridade, faça a divisão dos temas para cada turma;

Incentive as pesquisas em classe e em casa, elas são de suma importância, para o levantamento de dados e de pressupostos;

Após o desenvolvimento do trabalho e das apresentações, organize a exposição. Nesse momento, divulgue na comunidade interna e externa usando para isso comunicados escritos e as redes sociais;

Por fim, prepare sua escola para receber seus convidados e tenha uma excelente Exposição!

Foto: Colégio Rui Barbosa
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *