Olhar diferenciado através das lentes do microscópio

Por SOMOS Educação

A partir da premissa de que estimular perspectivas diferenciadas enriquece o processo de construção do conhecimento dos alunos, a professora Carla Polis Sperandio, do Colégio Prisma, de Osasco, em São Paulo, conseguiu atrair, literalmente, os olhares de estudantes no aprendizado sobre solos. Tudo através das lentes do microscópio.

O objetivo de sua aula era mostrar em detalhes particularidades de cada tipo de solo. Constatar a composição, características e permeabilidade dos solos arenoso, humífero e argiloso, além de observar a drenagem de cada um. E para toda essa observação, a professora decidiu levar seus alunos ao laboratório e aguçar a curiosidade deles com o uso do microscópio.

Nessa aula prática, separei uma porção de cada um dos solos arenoso, humífero e argiloso. Primeiramente, observamos as características macroscopicamente, com o uso de uma lupa para poder constatar a constituição dos mesmos”, detalha a professora.

Nessa etapa, os alunos separavam e observavam as partículas visíveis como raízes, folhas e partículas de quartzo, entre outras.

A professora Carla continua: “depois, cortamos três garrafas Pets ao meio e embutimos cada uma como se fosse um funil, onde o gargalo ficasse encaixado de boca para baixo na parte inferior da garrafa. Então, fechamos a boca da garrafa com um pedaço de tule e elástico, para que a água pudesse passar por ali. O passo seguinte foi colocar uma porção de cada solo nas garrafas e acrescentar 100 ml de água em cada garrafa para observar a drenagem dos mesmos”.

Após o experimento, os alunos anotaram suas observações e discutiram em grupo o que tinham acabado de testar. Chegava, aí, o momento de fazer uso do microscópio em busca de uma visão diferenciada, com muito mais detalhes.

O microscópio óptico permitiu que os estudantes fizessem a observação com aumento de 400 vezes, e a partir do que observaram, elaboraram hipóteses sobre o que favorecia a permeabilidade dos solos.

A visão diferenciada trouxe um resultado enriquecedor no aprendizado. “Durante a observação macroscópica de permeabilidade e características dos solos, as hipóteses elaboradas e as discussões caminharam para o sentido de que havia influência da constituição de cada tipo de solo. Depois da observação microscópica, contudo, as discussões foram em relação ao tamanho das partículas. Tudo foi transformado em relatórios repletos de informações, representações e excelentes conclusões, em uma aula que teve máximo proveito”, descreve a educadora.

O olhar através das lentes do microscópio trouxe mudanças nas aulas seguintes. “Os resultados extravasaram a sala de aula, uma vez que os alunos começaram a trazer para cá solos que consideravam diferentes dos vistos em aula prática e comparavam a permeabilidade em relação aos estudados na sala. Com tamanho engajamento, o conceito sobre permeabilidade e constituição foram entendidos com significado, o que favoreceu não apenas o entendimento sobre os processos que provocam a erosão no solo, como também todo o entendimento do conteúdo”, conclui a professora do Colégio Prisma.

Como fazer na minha escola:

– No estudo sobre solo, trazer tipos diferentes para serem avaliados.

– Primeiramente, a observação deve ser macroscópica.

– Depois, deve-se cortar três garrafas Pets ao meio, retirar a tampa e com o auxílio de um elástico revestir a boca da garrafa com um pedaço de tule. Feito isso, posicionar a garrafa de boca para baixo de maneira que o gargalo fique dentro da parte inferior da garrafa.

– O passo seguinte é inserir uma porção de cada tipo de solo em cada garrafa. Então, deve-se acrescentar 100 ml de água em cada garrafa para observar a permeabilidade dos solos. Para isso, será preciso usar lupas.

– Somente após essas etapas é que os alunos vão para a observação dos solos através do microscópio.

– Ao final, tudo se transformará em relatório contendo discussão, hipóteses e conclusão sobre a permeabilidade dos solos, o que amarrará todo o estudo sobre o conteúdo.

Quer ver outras iniciativas do Colégio Prisma? Clique em https://www.rededeexperiencias.com.br/na-pratica/plantando-arvores-e-semeando-boas-ideias e em https://www.rededeexperiencias.com.br/na-pratica/inclusao-social-na-escola.

Quer conhecer outros projetos de destaque na educação? Saiba mais em https://www.rededeexperiencias.com.br/na-pratica. E se sua escola também promove e incentiva a participação dos alunos em projetos incríveis, compartilhe conosco em https://bit.ly/2HRdQQ7.

Foto: Colégio Prisma
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *