Qual carreira devo seguir?

Por SOMOS Educação

É principalmente no Ensino Médio que começam a surgir dúvidas sobre qual carreira o jovem pretende seguir. Muitas vezes, aquela profissão almejada quando ainda éramos criança já não se mostra mais tão interessante. Somado a isso, o grande número de cursos, e o variado leque de áreas de atuação, colaboram ainda mais para aumentar as dúvidas.

Desta forma, o Colégio Monteiro Lobato, de Alvorada do Sul, no Paraná, proporciona aos alunos da terceira série do Ensino Médio o “Projeto Profissões”, objetivando o conhecimento da diversidade das profissões, as mudanças no mercado de trabalho e o crescimento do empreendedorismo, despertando com isso o interesse na escolha consciente da profissão.

Responsável pelo projeto, a equipe pedagógica do colégio participa ativamente de todo o processo, desde a sondagem de escolha dos cursos por parte dos alunos, assim como os textos a serem estudados, análise de vídeos, demonstrações de cursos pelas universidades, além de realizar convites aos profissionais solicitados pelos estudantes, conforme suas escolhas.

Escolhendo uma profissão

Para os alunos que estão vivenciando esse momento ou ainda irão passar por isso, nada melhor do que ouvir outros estudantes que se encontram na mesma situação, além de profissionais que já atuam no mercado de trabalho. “É natural ter dúvidas e analisar vários cursos antes de realmente decidir sobre qual carreira seguir. Por isso é importante investigar fatores como áreas de atuação, grade curricular (matérias que serão estudadas durante o curso), mercado de trabalho, entre outros.”, explica a coordenadora Marcia Maria Passerini Bavia.

Em alguns casos, é comum o jovem ter dúvidas entre aquilo que gosta de fazer e o que realmente terá de exercer enquanto profissão. A escolha do curso é um aspecto importante para os estudantes. Eles também necessitam do apoio da família para refletirem sobre o curso escolhido, pois no período de estudo, e também durante o processo de escolha do curso, é fundamental contar com a orientação dos pais. Aqui vale um alerta: a influência é um aspecto natural, mas não pode ser confundida com imposição.

Preparação para o futuro

“Para o estudante parece difícil exercer uma profissão sem realmente gostar do que se faz. Apesar disso, o retorno financeiro e o espaço no mercado de trabalho ainda contam no momento de decidir pelo curso. É muito importante estar informado sobre os cursos e áreas que se pretende seguir enquanto carreira profissional, porém só informação não basta, é preciso dedicar-se. Seja curso Profissionalizante ou Ensino Superior, é preciso passar por alguns processos seletivos.”, afirma Marcia Maria.

Por isso, é preciso muita dedicação e atenção aos estudos. Contudo, nesse período é necessário buscar um equilíbrio entre ações do dia a dia e momentos de estudo, sem se desesperar; afinal, não passar no primeiro vestibular não deve ser motivo para desistir dos sonhos e objetivos traçados.

Como acontece o trabalho?

O Projeto é desenvolvido uma vez por semana, com textos que abordam o tema e discussões que valorizam os diferentes tipos de trabalho como forma de expressão cultural. A escola propõe visitas às “Feiras de Profissões”, desenvolvidas pelas universidades, e palestras de diversos profissionais que os alunos têm interesse em conhecer. Também são convidados ex-alunos que já estão no mercado de trabalho para expor suas experiências como alunos e profissionais.

O trabalho se encerra no mês de agosto com as apresentações dos cursos escolhidos para os alunos da segunda série do Ensino Médio e para os pais dos alunos da terceira série do Colégio Monteiro Lobato. Por meio desses pressupostos a serem estudados, o adolescente passa a conhecer o perfil de cada profissional no mercado de trabalho, suas expectativas para o futuro, a diversidade de profissões e suas contribuições na sociedade, favorecendo a construção da identidade pessoal com novas perspectivas e projetos de vida, visando uma carreira futura.

Como fazer na minha escola:

Realizar um levantamento de quais profissões ou cursos os alunos têm interesse em conhecer mais. Convidar os profissionais citados pelos alunos para realizarem palestras, nas quais abordarão a função, o campo de trabalho e o papel deste para a sociedade.

Trabalhar os textos e vídeos que abordam os cursos, o papel dos profissionais no mercado de trabalho e os vestibulares.

Organizar com os alunos as pesquisas, textos, vídeos, slides para apresentação do trabalho à turma da 2ª série do Ensino Médio e aos pais dos alunos. Assim, é importante que eles investiguem os fatores como: áreas de atuação, grade curricular, mercado de trabalho, entre outros.

Pode haver dúvidas entre aquilo que se gosta e o que realmente terá que exercer no campo profissional. É importante estar informado sobre os cursos e áreas que se pretende seguir profissionalmente. Por isso, é preciso muita dedicação e atenção aos estudos, lembrando ainda que, nesse período decisivo, é necessário buscar um equilíbrio entre ações do dia a dia e períodos de estudos.

Para ver outros projetos de destaque na educação navegue em https://www.rededeexperiencias.com.br/na-pratica. E se sua escola também promove e incentiva a participação dos alunos em projetos incríveis, compartilhe conosco em https://bit.ly/2HRdQQ7.

Fotos: Colégio Monteiro Lobato
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *