Um mundo melhor através das páginas do livro de Patrício Dugnani

Por SOMOS Educação

Durante este ano, a Creche Escola Educarte Baby, de Niterói (RJ), junto com sua comunidade escolar, fez uma viagem mais que especial.  O passaporte foi o livro do escritor Patrício Dugnani “Um Mundo Melhor” e o destino foi exatamente o mesmo do título da obra literária.

Assim como o escritor, que em seu livro traz reflexões e atitudes positivas em busca de um mundo mais humano e mais habitável, o projeto da Educarte aproveitou o universo da leitura e da escrita para a mesma finalidade. “Baseado no livro de Dugnani, nossa equipe de professores docente promoveu pensamentos de nossos jovens diante das transformações que estão ocorrendo no mundo, repensando atitudes individuais para fomentar a vontade de mudar a situação coletiva da nossa comunidade”, explica a coordenadora da escola, Fernanda Mouta.

A proposta abrangeu alunos de todas as turmas da educação infantil, ou seja, Berçário, Maternal e Pré, bem como suas respectivas famílias. Para desenvolvê-la, a equipe pedagógica alinhou alguns temas de grande relevância:

Saúde e Qualidade de vida:
Envolveu o poder da água tratada, condições de trabalho e de moradia, lazer, preservação do meio ambiente, desenvolvimento sustentável, alimentação saudável e relações bem construídas com os outros;

Meio ambiente e sustentabilidade:
Envolveu uma educação ampla para compreensão dos impactos negativos no meio ambiente. Trouxe ainda atitudes positivas que podem mudar os rumos do planeta Terra.

Princípios e valores:
Trouxe alguns temas transversais relevantes para costurar todas as ações que formam a base para um mundo melhor, desenvolvendo a percepção de problemas e possíveis soluções para o nosso planeta.

Para a coordenadora, o projeto traz consigo um imenso poder. “O nosso trabalho certamente vai contribuir na formação de valores e princípios dos alunos, de forma que vivenciem experiências significativas para o seu desenvolvimento físico, social, cognitivo e moral”, destaca Fernanda.

Para essa viagem rumo ao mundo melhor, foram programadas diversas atividades interativas, como a produção de artes plásticas e musicais contextualizadas pelo conteúdo do livro.

Entre essas atividades, teve construção de máscaras, recorte de alimentos saudáveis e fotos das brincadeiras preferidas. Também teve história construída pela família utilizando sucata e confeccionando brinquedos, além da produção de fantoches e oficinas de faixas para um mundo melhor. Todos os trabalhos foram expostos no mesmo dia em que aconteceu a reunião de pais.

“Em casa e em família, os pais também estiveram envolvidos nos debates com seus filhos, retornando para o ambiente escolar o fruto dessas reflexões”, complementa a coordenadora da Educarte, exaltando as possibilidades que o livro abre para tratar do tema: “trata-se de uma bela produção para esse mundo tão carente de positividade e atitudes saudáveis. Que seja essa a primeira de muitas conquistas neste adorável e importante mundo da leitura. As famílias estão maravilhadas com esse trabalho e nós mais ainda.”

A viagem mais que especial seguirá além das páginas do livro. O tema mundo melhor deve ser aprofundado com a visita do autor Patrício Dugnani em uma sessão de autógrafos na escola. A Educarte também deve receber o representante de uma empresa de sustentabilidade para agregar ainda mais valores ao projeto.

Como fazer na minha escola:

Para falar sobre a construção de um mundo melhor, a escola pode usar como base o livro “Um Mundo Melhor”, de Patrício Dugnani.

Através do conteúdo do livro, vários temas podem ser trabalhados em sala de aula, fazendo com que os alunos inclusive levem as reflexões para debaterem em casa com pais e familiares.

Na Educarte, cada atividade foi feita com um link com determinada página do livro, vide abaixo:

Páginas 4 e 5 – Ambientação da escola; construção da(o) mascote do livro; e preparação da escola com as palavras-chave do livro.

Página 6 – Foi proposto que o aluno trouxesse um lanche saudável para a escola; oficina de sucos com a nutricionista e criação de painéis com frutas com colagem e pintura. Na ocasião, a Educarte também confeccionou a boneca Aninha, onde os alunos aprenderam como alimentar uma pessoa.

Página 7 – Construção de um brinquedo feito de sucata em casa com a família e trazer para a exposição, trabalhando a sustentabilidade.

Páginas 8,9,10 e 11- Plantação de mudas na escola durante a semana. Numa sexta-feira, todas as crianças levaram para casa sua planta, junto com uma folha com registros para saber como foi o cuidado do ser vivo.

Acima estão apenas algumas ações possíveis com o livro.

Quer conhecer outros projetos de destaque na educação? Saiba mais em https://www.rededeexperiencias.com.br/na-pratica. E se sua escola também promove e incentiva a participação dos alunos em projetos incríveis, compartilhe conosco em https://bit.ly/2HRdQQ7.

Foto: Creche Escola Educarte Baby

 

 

 

Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *