Aprendendo com o Folclore

Por SOMOS Educação

A comemoração do folclore teve um sabor diferente para o Colégio Villa Lobos, do interior de São Paulo, neste ano de 2019. E o responsável por gerar essa sensação foi o projeto “Repertório Cultural – Vivenciando o Folclore”. Ele fez com que os alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I criassem atividades interativas sobre o tema, valorizando a cultura do nosso país.

Mandica Issy, coordenadora geral do Colégio e idealizadora do projeto, revela que o objetivo foi o de promover respeito à diversidade e também incentivar a ampliação do conhecimento. Cada grupo ficou responsável por uma função. “A Educação Infantil teve que retratar a história dos personagens do folclore e relacionar com algum conteúdo trabalhado na turma. Já o Fundamental I se organizou por temas, criando exposições, encenações, danças e apresentações”.

Criando com o Folclore

Neste projeto os alunos são os protagonistas do processo, liderando todo o trabalho desenvolvido. Desse modo, as turmas tiveram que colocar a mão na massa. Mas é claro que os professores não ficaram de fora! Eles supervisionaram e reforçaram o conteúdo com os jovens.

 

Alunos do Colégio Villa Lobos no projeto Repertório Cultural

 

Cada turma da Educação Infantil trabalhou com uma personagem e aliou ao conteúdo. “Nós dividimos vários grupos. Um trabalhou a história da Vitória-régia, outro a noção espacial conhecendo a vida do Saci e outro desenhou letras em um Boitatá divertido e muito colorido. Foi bem dinâmico”, pontua a coordenadora.

Já as turmas do Ensino Fundamental I, cada uma recebeu um tema para desenvolver a atividade. Como todas são bem criativas, elas fizeram brincadeiras, brinquedos folclóricos, festas e danças tradicionais da nossa cultura. E, claro, para mostrar tudo que foi criado, o Colégio Villa Lobos montou uma linda exposição. Nela, os estudantes explicaram a fabricação e o uso dos objetos.

 

Alunos participando das brincadeiras sobre o Folclore

 

Para a coordenadora, tanta criatividade e empenho para desenvolver o trabalho não poderia ter gerado outro sentimento a não ser o de orgulho. “Foi um resgate das brincadeiras e a valorização da nossa cultura. Eles se dedicaram, buscaram conhecimento sobre o tema, e o resultado foi surpreendente. Um sucesso! “, finaliza Mandica Issy.

Como fazer na minha escola:

– Com o tema Folclore, estimule a criação de brincadeiras, brinquedos, danças e encenação ligando com alguma coisa que faça sentido para os estudantes nos dias de hoje;

– Faça-os entenderem os personagens do Folclore. É importante fixar a mensagem, a região de onde veio e, com tudo isso, trazer muita cor, graça e diversão;

– Para que o tema seja explorado e fique enriquecido, divida os assuntos por turma e, claro, envolva o aluno e também o oriente;

– Envie alguma parte para que seja feita em casa, a pesquisa, a construção de um cartaz, estimulando o envolvimento da família;

– Quando tudo estiver pronto, crie uma exposição na escola. Convido os funcionários, docentes, família e amigos.

Para ver outros projetos de destaque na educação navegue em https://www.rededeexperiencias.com.br/na-pratica. E se sua escola também promove e incentiva a participação dos alunos em projetos incríveis, compartilhe conosco em https://bit.ly/2HRdQQ7.

Fotos: Colégio Villa Lobos
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *