Pequenos autores, grandes obras

Por SOMOS Educação

“Pequeno Autor”. Esse foi o nome escolhido pelo Centro Educacional Oxigênios, de Santa Fé, no Paraná, para um projeto que transformou alunos em autores de seus próprios livros. O objetivo foi incentivar a prática da escrita, que tem fundamental importância para a vida escolar. A iniciativa envolveu estudantes da Educação Infantil e do Ensino Fundamental II.

Quem nos conta mais detalhes é João Marcos Ferlini Bento, do Oxigênios. ”O incentivo dessa modalidade de experiência permite aos alunos conhecer um mundo cheio de magias, conhecimentos e aventuras. Sem deixar de destacar que a prática dessa habilidade ajuda no desenvolvimento vocabular e léxico”.

No “Pequeno Autor”, cada aluno construiu sua própria história. Durante todo o projeto, escola e família foram essenciais, garantindo que cada aluno adquirisse o prazer pela leitura e assim desenvolvesse suas competências e habilidades.

Livro pronto

Formação de autores

Para acontecer com sucesso e alcançar os objetivos, o projeto precisa ser precedido por um cronograma. “Nesse cronograma, deve-se colocar as datas a serem trabalhadas ao longo do ano, desde a programação das leituras das obras até a inclusão da biografia no sistema”, explica Bento.

A construção das histórias começa somente depois que a professora separa obras literárias e leva os alunos a lerem em sala. “A leitura continua em casa, como tarefa. Isso ajuda o aluno a descobrir outras histórias e, assim, construir um repositório de ideias”, diz o representante do Centro Educacional Oxigênios.

No lar, os pais participam ativamente, incentivando os alunos a ler e, num determinado momento, a desenvolver a biografia dos filhos. O resultado de toda essa dedicação, ressalta Bento, “é o livro pronto, escrito e ilustrado pelos alunos e impresso em uma gráfica parceira.”

Ao final do projeto, além da obra, o aluno terá desenvolvido habilidades como a leitura, a escrita, a criatividade e o raciocínio. E para condecorar o estudante, a escola realiza um momento de autógrafos, onde o agora autor possa “autografar” seu livro e presentear seus familiares.

Alunos autografam suas obras
Alunos autografam suas obras

Como fazer na minha escola:

– O primeiro passo para aplicar o projeto é a leitura de obras literárias (de acordo com a faixa etária). É interessante que os alunos leiam no mínimo três livros;

– A escola deverá seguir corretamente o prazo de execução dos passos, observando o cronograma proposto;

– Após a leitura dos livros, a professora em sala orientará como se cria uma história, respeitando a coesão e coerência ao longo do texto;

– O texto deve passar pela correção da professora. Depois, deve ser digitado. Para o projeto poder ter máxima eficiência, desenvolvemos nossa própria plataforma (pequenoautor.com.br) onde as histórias são digitadas, ilustrações e biografias inseridas. A plataforma foi criada especificamente para este projeto, atendendo as especificidades de cada etapa;

– Depois da escrita e das ilustrações, é hora de solicitar aos pais para escrever as biografias de seus filhos;

– A escola pode organizar um momento de autógrafo, o que torna o projeto ainda mais especial.

Para ver outros projetos de destaque na educação navegue em https://www.rededeexperiencias.com.br/na-pratica. E se sua escola também promove e incentiva a participação dos alunos em projetos incríveis, compartilhe conosco em https://bit.ly/2HRdQQ7

Fotos: Centro Educacional Oxigênios
Compartilhe nas suas redes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *