O que foi o crash de 1929? Valorização das ações se equipara a período chamado de “Grande Depressão”

Uma diferença crucial entre as duas crises é que, hoje, vários bancos centrais, sobretudo o norte-americano (Fed) e o europeu (BCE), vêm injetando dinheiro em escala sem precedentes no mercado para manter as taxas de juro em níveis historicamente baixos ou negativos (menores que a inflação).

Ler mais