Professores inseguros e tecnologia. Como ajudá-los?

Por Isabel Lazari /Somos Educação

Diante da atual situação em que buscamos conter a disseminação da COVID-19 pelo país, vivemos tempos em que a ansiedade, o medo, a insegurança e a incerteza tomam conta da maioria da população. São momentos difíceis que se desenham diante de nós. Porém, é com a dificuldade que também encontramos novos caminhos e buscamos novas possibilidades. Nesse momento em que as Escolas passam a oferecer aulas remotas, se torna imprescindível a apropriação das tecnologias educacionais por parte dos professores. Dessa forma, “adaptabilidade” deve ser a palavra para encararmos essa transição. Diante desse novo cenário, as habilidades do professor do futuro são testadas no presente, o que pode trazer inseguranças.

Professores e tecnologia: o futuro chegou

A Adaptabilidade do Professor

As perspectivas que vem sendo projetadas para o futuro da educação, como: educação 4.0, ensino híbrido e metodologias ativas, são possibilidades que podemos (e devemos) explorar neste período. Isso, mesmo para os professores habituados a utilizar plataformas de recursos digitais no cotidiano da sala de aula. A situação atual demanda novos e diferentes esforços: o papel do educador passa a ser muito mais o de mediador do conhecimento a partir da tecnologia, do que o de detentor do conhecimento.

É preciso incentivar os professores a conhecerem novos recursos. Mais além, oferecer a eles ferramentas que contribuam para o trabalho que já é realizado dentro de sala para que se sintam mais confortáveis em um primeiro momento. Os professores tem nesse cenário uma grande oportunidade para fazer uma verdadeira imersão no universo dos alunos e se aproximarem da realidade digital em que eles se conectam. Assim, certamente potencializarão o aprendizado.

COMO FAZER NA MINHA ESCOLA?

A adaptação a uma nova rotina sempre nos afeta. Temos acompanhado neste período os professores todos os dias desapredendo para reaprender. Sabemos que, de fato, quem busca inovar na Educação nunca estará inteiramente pronto. Nunca antes havíamos tido a oportunidade de ver tantos educadores unidos no mundo digital para compartilhar práticas, experiências bem sucedidas, tirar dúvidas e tão dispostos a aprender uns com os outros.

Oferecer recursos pertinentes

São inúmeros os recursos disponíveis e pode ser difícil selecionar quais utilizar. É importante ter clareza a respeito de suas possbilidades para apresentá-los ao professor. Talvez alguns professores possam encontrar dificuldades para realizar esta aproximação das soluções tecnológicas num primeiro momento. Contudo, é possível iniciar por recursos e ferramentas que estejam mais incorporados ao dia a dia deles.

Alunos e professores conectados
Alunos e professores conectados

Ter um Grupo de Boas Práticas

Neste momento, compartilhar experiências é essencial. É importante identificar os professores com maior domínio tecnológico e que demonstram maior engajamento com as ferramentas utilizadas pela Escola. Eles podem ser multiplicadores e apoiarem os que têm enfrentado maiores obstáculos.

Investir na formação constante

Momentos como este que estamos passando aceleram muitos processos. Assim, a formação continuada em tecnologia, mais do que nunca, deve ser uma constate nas Escolas. Cabe à equipe gestora criar este ambiente de apoio e aprimoramento constante aos seus Educadores.

Veja mais textos aqui.

Fotos: Unsplash

REFERÊNCIAS

  • PERNSKY, Marc. Digital Natives, Digital Immigrants Part 1: On the Horizon, Vol. 9, N: 5. 2001
  • PASSARELLI, Brasilina. Os Nativos Digitais no Brasil. 2014
  • BACICH, Lilian, MORAN, José. Metodologias Ativas para uma Educação Inovadora. 2017
Compartilhe nas suas redes

2 comentários em “Professores inseguros e tecnologia. Como ajudá-los?

  • 16 de junho de 2020 em 13:00
    Permalink

    Ótima oportunidade de aperfeiçoar nossos conhecimentos.

    Resposta
  • 18 de junho de 2020 em 14:23
    Permalink

    Como trabalhar com o ensino remoto de forma ativa com crianças de 1 a 3 anos?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *